Como Cuidar de Orquídeas (Manual com Passo a Passo)

As orquídeas são charmosas e encantadoras. Muitas pessoas adoram tê-las em casa, em decoração de festas ou no estabelecimento comercial. Como o assunto é de interesse de muitos, selecionei algumas dicas de como cuidar de orquídeas. 

As orquídeas são uma das maiores famílias de plantas com mais de 26.000 espécies em 880 gêneros espalhadas pelo mundo, exceto nas regiões polares. As regiões intertropicais são as que têm maior incidência de orquídeas. Brasil há por volta de 3.500 espécies nativas, sendo a Cattleya um dos gêneros mais comercializados no país.

Cattleya walkeriana
Cattleya walkeriana

Os polinizadores da flor da orquídea, normalmente insetos, são um dos principais responsáveis por essa diversificação floral. As sementes das diversas espécies geralmente não têm nenhuma reserva nutritiva e necessitam entrar em simbiose com determinados fungos, que fornecem as condições ideais para o seu desenvolvimento nos primeiros estágios até que a planta realize a fotossíntese.

As diversas espécies da família das orquidáceas podem ser terrestres, epífitas ou rupícolas. Veja a diferença entre elas:

  • As orquídeas epífitas englobam a maioria das orquídeas e usam os galhos das árvores como suporte para o seu crescimento, não são parasitas. As árvores propiciam condições apropriadas de luz solar, sombra e arejamento das raízes.
  • As orquídeas terrestres, como o nome já diz,  crescem na terra e obtêm seus nutrientes através da decomposição da matéria orgânica ao seu redor.
  • As orquídeas rupícolas crescem nas rochas.

É preciso tomar cuidado ao plantar orquídeas em vasos e em outros locais. Se usar o substrato errado sua orquídea pode morrer. Por exemplo, colocar terra no vaso de uma orquídea epífita pode ser mortal, então fique de olho. A orquídea não é uma planta delicada. Pelo contrário, são mais resistentes do que as pessoas pensam, só é preciso conhecê-las bem.

Se você quer aprender mais sobre como cuidar de orquídeas uma dica é clicar aqui e descobrir todos os segredos dessas fabulosas plantas.

Devido à grande variedade de orquídeas encontradas na natureza e criadas em laboratório é necessário conhecer as condições ideais para que a sua orquídea possa crescer saudável e florescer. Nisso é necessário dedicar-se e saber como cuidar de orquídeas corretamente.

Você sabe como cuidar de orquídeas de forma correta?

curso como cuidar de orquídeas

Sempre vejo as pessoas perguntando e tendo as seguintes dúvidas:

Que substrato usar? Qual a quantidade de água a orquídea precisa? Qual o local ideal para minha orquídea? São questões muito comuns e são essenciais saber pois garantirão a sobrevivência de suas orquídeas.

Qual substrato para orquídeas você deve usar?

O substrato é uma mistura de vários componentes que possibilitam que sua orquídea cresça em um meio muito similar ao encontrado na natureza. Logo, você precisa usar o substrato certo. Por exemplo:

  • Para orquídeas epífitas o substrato deve ser poroso para facilitar o arejamento da planta. Nesse caso, utilize carvão, fibra de coco, casca de pinus, etc.
  • Nas orquídeas rupícolas você pode usar substratos porosos e pedras.
  • Nas orquídeas terrestres use terra e húmus de minhoca.

Você sabe como aguar orquídeas?

O principal fator que prejudica as plantas é o excesso de água, pois a raiz pode apodrecer e a planta ficar mais exposta a doenças.

Dica: Molhe somente quando o substrato estiver seco e procure molhar as folhas. Monitore com mais frequência o substrato nos dias mais quentes, pois a água evapora mais rapidamente.

Qual é local correto para plantar orquídeas?

O lugar ideal para colocar a sua planta precisa ser escolhido com cuidado. Por exemplo, colocar na sala nem sempre é a melhor ideia, embora fique muito charmoso. 

Como cuidar de orquídeas

Verifique um local onde sua plantinha possa desfrutar de quantidades equilibradas de luz e sombra. Não a coloque diretamente no sol, pois o excesso de luz pode queimar as folhas.

Outro ponto é a coloração das folhas, pois se estiverem escuras sua orquídea está recebendo pouca luz e, no caso, de estarem amarelas você precisa colocar em um local com menos luz.

Como Cuidar de Orquídeas
Local com luminosidade, sombra e circulação de ar

Deixe sua orquídea em um local ventilado, pois as raízes podem apodrecer caso só tenha umidade e falta de circulação de ar.

Se você é fumante não fume perto das orquídeas, e também lave as mãos antes de manuseá-la. Replante sua orquídea caso as raízes estejam saindo do vaso.

Como você viu, as orquídeas são plantas especiais que precisam de toda a atenção e cuidados. E as dicas apresentadas aqui são uma pequena pincelada de um assunto tão empolgante e prazeroso.

Para obter mais informações de como cuidar de orquídeas clique aqui.